Leds iluminando uma estrada.

Como funciona a lâmpada led?

Apenas elétrons são necessários para o led e uma tensão ou pressão de 4 volts. Como acontece com o diodo comum, nenhuma corrente passa abaixo do limite. Cada elétron que cruza a junção deixa para trás um átomo com buraco.

Uma vez que o elétron está daquele lado da cerca ele não pode retornar. Seria necessária uma pressão tão alta, com algumas centenas de volts, que, danificaria a estrutura com certeza.

Outro elétron, não o que saiu, mas um novo vindo da conexão negativa preenche o buraco. Em termos teóricos cada elétron pode produzir 1 fóton. Leds devem funcionar em qualquer temperatura de nenhum kelvin a até bem acima da faixa de água fervente.

Na prática a frequência muda com a temperatura. No laser de estado sólido os grandes diodos de bomba são ajustados para a melhor frequência, modulando a temperatura com 0,1 grau na precisão.

Para as incandescentes, os prótons são 2.500 vezes mais pesados no tungstênio que tentamos excitar até que sua tremulação média alcance a temperatura do corpo negro necessária à luz visível.

Essa temperatura é tão alta que a maior parte do metal se liquefaria. Mas, o tungstênio continua sendo um metal sólido mesmo nessa temperatura.

Uma vez que átomos inteiros tremem com vigor a colisão direta indo na direção oposta pode excitar um elétron que vai gerar fótons.

O que são lúmens do led?

Lúmens são os brilhos da lâmpada led. A chave do sucesso é entender a relação entre lúmens e watts.

Um lúmen é uma medida da quantidade de luz percebida pelo olho humano. O watt se trata de medição de potência ou consumo de energia por unidade de tempo.

Os leds produzem muito mais luz, lúmens, para cada watt de energia consumido. Éramos desleixados na época das lâmpadas incandescentes e as usamos em watts como algo próximo para a saída de iluminação, uma preocupação menor quanto aos leds.

A máxima potência da lâmpada led

Interessante notar que lâmpadas led comerciais com 130 lúmens/watt agora são fáceis de encontrar. O máximo teórico é de cerca de 300 lumens/watt.

As lâmpadas incandescentes têm sorte de conseguir 30 lúmens/watt. Fluorescentes de tubo longo chegam a cerca de 120 lúmens/watt para uma saída de luz muito maior. As lâmpadas fluorescentes compactas atingem cerca de 80 lúmens/watt.

Você pode comprar uma lâmpada LED de equivalente a 1.110 watts (1.800 lumens) que consome somente 15w.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *